Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Fedorento Fãs

Gato Fedorento: 4 pessoas, 4 homens, 4 comediantes, mas acima de tudo são 4 amigos... 4 amigos que adoram o que fazem, e nós adoramos o seu trabalho!

Gato Fedorento Fãs

Gato Fedorento: 4 pessoas, 4 homens, 4 comediantes, mas acima de tudo são 4 amigos... 4 amigos que adoram o que fazem, e nós adoramos o seu trabalho!

4ª BIOGRAFIA MODIFICADA

06
Dez09

 

Nome: Miguel Vieira Góis

Data de nascimento: nasceu  1 de Junho de 1973 (gémeos, 36 anos)

Alcunha: Mucky (significa: imundo; sórdido; também o tratam por Mucky estiloso)

Estado Civil: Casado, vive em Lisboa com a mulher Teresa e com os 2 filhos, Frederico (3 anos) e Gonçalo (6 anos). 

Clube de futebol: Benfica

Religião: Ateu

Politica: Esquerda

 

"sempre foi as coisas ligada a letra e a escrita e o que e que faz um bom aluno que não quer arranjar emprego? dá explicações , então foi o que eu fiz deste os 14 anos quase a pessoas da minha idade e era ai que eu ia buscar o meu dinheiro, porque aquilo era uma mina toda a gente sabe que as explicações são uma mina" conta Miguel Góis  

 

No 3ª ano Miguel apercebeu-se que queria ser jornalista,

 

 

Licenciou-se em Comunicação Social na Universidade Católica de Lisboa e foi nesse curso que conheceu o Ricardo que era colega de turma "e entre ali nos os dois ouve uma química, não uma química homossexual, mas nos percebemos que tínhamos muito em comum principalmente o sentido de humor" conta Miguel.

 

 

Na faculdade o Ricardo era presidente da associação de estudantes "e uma das melhores coisas que ele fez foi convidar-me para escrever no jornal da associação de estudantes" diz Miguel Góis

 

O Ricardo quando andava nas PFTV deu o nome do Miguel para trabalhar com ele e o Miguel começou a estagiar na equipa do herman 98.

 

 Entrou em 1998 para as Produções Fictícias, onde foi co-autor de Herman 98 e Herman 99 (RTP), O Programa da Maria (SIC), Herman Sic (SIC), Hermandifusão Portuguesa (RDP), o cartoon "Felizes para Sempre" para o Expresso e A Crónica do José Esteves (DN) .

 

 E o mais chato e o mais “generoso a distribuir chatice” diz Ricardo.

 

 

"O Miguel tem explicações de playstacion , com um gajo de Oeiras um campeão de Oeiras " brinca Ricardo no meio de um jogo de PES

 

 

Com Ricardo Araújo Pereirafez a crónica do Zé Manel Taxista, no jornal A Bola, que deu origem ao livro "Futebol é isto Mesmo" e o CD "O Disco do Benfiquista".

 

Participou com o Ricardo e com o Tiago numa empresa que se chamava "argumentos de peso" que chegou a publicar um texto num jornal

 

Casou com 29 anos e apesar de ser casado não usa aliança “nunca usei. Esta é a minha desculpa, vê lá se achas que resulta: a Teresa pergunta-me “porque e que não usas aliança?”, ao que eu respondo “porque também não uso relógio”. Achas que pega? É uma boa desculpa? Não é pois não? Enfim…” brinca Góis

 

De novo na SIC, o Gato Fedorento apresenta em 2008 o programa "Zé Carlos".


Miguel Góis escreve às quintas-feiras uma coluna semanal para o jornal Record

 

 

 

 

 

 

O ultimo programa que fez foi o "Gato Fedorento esmiuça os sufragios" com os outros 3 elementos do gato fedorento

 

 

faz a publicidade do Meo sobre o natal juntamente com os gato fedorento

 

 

3ª BIOGRAFIA MODIFICADA

06
Dez09

 

Nome: Zé Diogo de Carvalho Quintela

Data de nascimento: nasceu  29 de Maio de 1977 (gémeos, 32 anos)

Alcunha: Fininho (“Já foi uma alcunha mais irónica” diz Ricardo Araújo Pereira) ou “mãozinhas de porco” (e como a sua mãe o trata.)

Estado civil: solteiro, vive sozinho em Campo de Ourique

Clube de futebol: Sporting

Religião: católico

Politica: direita

 

 

 

 

 

 

Filho de Manuel Eduardo Baltazar Quintela, arquitecto e Maria da Graça Metelo de Carvalho, licenciada em Ciências Económicas e Financeiras, é empresária e trabalha no Ministério da Economia e tem ainda dois irmãos, e "por isso tem um espirito muito mais comunitário, só que não e para o lado positivo e para o lado negativo, porque ele acha que pode impunemente beber do nosso copo, ou trincar o nosso gelado, e não pode" afirma o Miguel Gois.

 

A primeira experiencia num palco para o Zé Diogo foi num presépio de natal quando tinha 5 anos, e os pais do Zé Diogo perguntavam sempre "então o que e que fazes no presépio?" e o Zé Diogo sempre de bico calado e nunca dizia nada, no dia em que eles foram ver a peça e perceberam porque e que o Zé Diogo não dizia nada, porque o papel do Zé Diogo era o "burro"

 

"Os meus pais perguntavam, "então o que e que almoças-te Zé Diogo ?"... e eu dizia coco com xixi, e isto repetido dia após dia, e as tantas o meus pais entravam, "e então o coco hoje como e que estava?" conta Zé Diogo

 

"na escola sempre fui bom aluno" conta Zé Diogo sempre gostou de português e matemática

 

Frequentou Comunicação Social no ISCSP.

Fez um bocadinho de universidade acabou o curso com 3 anos e falta acabar o ultimo, e ainda hoje continua a ouvir os pais a dizer para ele acabar o curso.

 

 

O destino fez com que o Zé Diogo se cruza-se com o Tiago dores num curso de escrita criativa nas produções fictícias onde mais tarde foi trabalhar com o Ricardo, Tiago e com o miguel num grupo de escrita para o herman 99, mas ao principio as coisas não correram muito bem "eu e o Ricardo já éramos um grupo...e já trabalhávamos a 2 ou 3 anos nas PFtv e éramos os dois do Benfica e de esquerda ora surge ali um puto - porque e o mais novo de nos 3 - sportinguista e de direita e orgulhoso das duas coisas...e nós adorávamos metermo-nos com ele e ele não reagia muito bem" conta Miguel Góis.

 

Houve ali um choque porque o Zé Diogo não tinha nenhum método de trabalho, "e eles eram muito irritantes" conta Zé Diogo, mas resolveu-se facilmente e ficamos amigos.

 

"Eu as vezes fico de cara fechada eles dizem que eu amuo eu não amuo mas fico sem me rir e eles diziam que eu reagia mal e que a qualquer momento podia bater neles eu não percebo isso porque sou um tipo pacífico, eles achavam que a qualquer momento eu podia explodir e bater neles" conta Zé Diogo

 

Ainda na sua colaboração com as Produções Fictícias desde 2000, onde foi autor, co-escreveu entre outros textos para o Programa da Maria (SIC), Herman Difusão Portuguesa (na RDP), HermanSic (Sic) e Três é uma Multidão (peça de teatro).

 

 

Mais tarde, foi convidado para o natal dos hospitais em 2002 com o Ricardo e ainda fez stand-up e o perfeito anormal ao lado do Ricardo Araújo pereira.

 

o Zé Diogo e que se lembrou de fazerem um blog "ate porque nenhum dos outros sabia o que isso era" conta Góis .

 

o Zé Diogo e adequado para papeis de patrão e diplomata e em que mostrem alguma brutalidade

 

Zé Diogo jogou rabi e agora pratica ténis

 

o Zé Diogo sempre foi do Sporting mas os gatos têm a mania de tentar converte-lo, "eu não tenho o interesse nenhum em que eles fossem do Sporting , nunca lhes digo isso" conta

 

Na imprensa escreveu para o DN, Ideias & Negócios, Inimigo Público, A Bola - Crónicas da Dona Bitória e O Independente.

 

Mais tarde quando faziam já os 4 as series na SIC RADICAL o  Zé Diogo entrou numa publicidade do licor beirão em que ele aparecia vestido de campino (igual a um sketch dos gato fedorento).

 

Na passagem de ano de 2007 para 2008, quando o programa acabou ele foi apanhado pela polícia por conduzir com excesso de álcool no sangue teve que fazer trabalho comunitário e pagar uma multa.

 

Actualmente foi a um concurso na rtp ao programa “AINDA BEM QUE APARECES-TE” onde ganhou o premio de melhor improvisação, escreve para o PUBLICO e ainda  para o jornal A BOLA.

 

Apresentou um livro sobre o seu tretavo "um milionário de Lisboa" foi ai que anunciou pela primeira vez que tinha um relacionamento.

 

 

 Fez um programa diário juntamente com os outros gato "Gato Fedorento esmiúça os sufrágios"

 

 

 

 

Gravou um CD de solidariedade e faz juntamente com os Gatos a publicidade da MEO sobre o Natal

 

2ª BIOGRAFIA MODIFICADA

06
Dez09

 

Nome:Ricardo Artur de Araújo Pereira

Data de nascimento:nasceu a 28 de Abril de 1974 (touro, 35 anos)

Alcunha: Cardi (a sua alcunha veio do circo "cardinali" "ele e um palhaço" diz Miguel Góis)

Estado civil: casado, Maria José Areias (directora do café da manha da RFM) com quem tem 2 filhas, vive numa vivenda em Lisboa (também já morou na margem sul) e tem ainda 3 cadelas Alice, Lola e Sara

Clube de futebol: Benfica

Religião: ateu

Politica: esquerda

 

 

Filho de um piloto da TAP e de uma hospedeira de bordo.

 

"Era claramente o tipo que quando se faz o silencio diz a coisa errada no momento errado e os outros riem-se disso" e explica "e pá eram coisas parvas do género, um tio meu doíam-lhe muito os dentes, e então arrancou os dentes todos e pôs uma placa, só que a placa doía-lhe mais do que os dentes então ele tirou a placa, e uma vez fomos todos fazer um piquenique, a família toda fomos fazer um piquenique e resolve-mos jogar a bola eu e os meus primos e este meu tio foi a baliza, e um dos meus primos atira um "patardo" que acerta mesmo na cara o homem dizia "vai chuta que eu apanho" um estoiro mesmo para cara o gajo nem teve tempo para fazer nada, tava a fumar o cigarro ficou dois segundos colado a cara e depois caiu e fica aquele silencio, e eu "vê lá se partiu alguém dente" e ai pronto causou algum riso" conta Ricardo Araújo Pereira.  

 

Cardi ficava muitas vezes com a sua avo que já faleceu, que estava sempre mal disposta, e o Ricardo adorava fazê-la rir, inventando coisas tão parvas como dizer que a avo tinha uma garrafa de vinho de baixo do colchão.

 

O Ricardo andava numa escola de freiras onde muitas vezes repetia algumas das frases do programa do Herman “o tal canal” e nem sempre era bem visto pelas irmãs.

 

O CARDI também tinha um amigo de infância que era o Tiago Dores (agora do gato fedorento). O Ricardo quando foi para a faculdade católica conheceu o Miguel (gato fedorento) e andavam juntos na associação de estudantes em que o Ricardo convidou o Miguel para participar no jornal da faculdade.

 

 

 

É licenciado em Comunicação Social pela Universidade Católica Portuguesa.

 

Ricardo inscreveu-se na faculdade para fazer o curso que queria, um curso de línguas mas acabou por ir para comunicação social!

 

Ricardo Araújo Pereira foi presidente da associação de estudantes "que fez um péssimo trabalho em bom da verdade fez um péssimo trabalho a frente da associação de estudantes" conta Miguel Góis 

 

Mas tarde quando o Ricardo já trabalhava no jornal de letras ganhou um concurso de escrita criativa em que o premio era um estagio, não remunerado (não pagavam) na TVI, em que o Ricardo considerou que foi o pior jornalista do mundo devido ao facto de chegar sempre atrasado e esquecer-se sistematicamente de perguntar os nomes as pessoas que entrevistava .

 

Andava num curso de escrita criativa que era dado pelo Rui Zink foi convidado para ir para as produções fictícias , quando ele esta nas PFtv , o Nuno Artur precisava de mais guionistas, pediu ao Ricardo alguns nomes e o Ricardo deu o nome do Miguel Góis escreveram juntos para o Herman e mais tarde entra o Tiago e entra também o Zé Diogo Quintela, escreveram juntos para o herman, para o programa da Maria.

 

 

Trabalhou em diversos programas de Herman José. Foi co-autor de Herman 98 e Herman 99, de Herman José (RTP), O Programa da Maria (SIC, 2001), Hermandifusão Portuguesa (RDP), Felizes para Sempre (Expresso), As Crónicas de José Estebes (Diário de Notícias), entre outros.

 

 Quando o Ricardo estava a fazer o curso de preparação para o parto "e uma formadora estava a perguntar as senhoras se tinham medo do parto, e uma senhora disse "eu medo não tenho o que eu tenho e muito receio" e eu achei aquilo...giro e foi por causa disso que fizemos o sketes "parvoíces em torno de sinónimos" " diz Ricardo

 

Os outros gatos dizem que o Ricardo e o mais amuado e que se irrita facilmente chegando ao ponto de guinchar  “ele dá barraca involuntariamente” diz o Miguel e nessas ocasiões os 3 gatos dizem em simultâneo “IS A CARDI MOMENT”.

 

 

 

 

o Ricardo e a pessoa ideal para fazer papeis mais exigentes

 

 

E um fanático pelo Benfica e é de esquerda e inscreveu-se no PCP onde ele considerou-se um péssimo militante, alem de pagar as cotas do partido "só servi imperiais e sandes de courato numa festa" relembra Ricardo

 

 

 

Mais tarde uma amiga do Ricardo convidou-os para fazer STAND-UP e só o Zé e o Ricardo e que aceitaram, depois foram convidados para fazer o natal dos hospitais de 2002.

No dia 23 de Agosto de 2003 o Ricardo teve uma filha que se chama Rita, e nesse mesmo ano o Zé e o Cardi foram convidados para fazer o PERFEITO ANORMAL com o Nuno Markl e com o Fernando Alvim.

 

Depois desse programa o director de programas da SIC RADICAL, Francisco Penim convidou-os para fazer um programa maior, e eles decidiram convidar o Tiago e o Miguel para se juntarem, com quem já tinham o blog chamado gato fedorento em que participavam os 4.

 

Nesse ano no dia 6 de Março de 2005 o Ricardo teve outra filha chamada Maria Inês

 

Foi convidado pelo Lobo Antunes para apresentar o seu livro.

 

o Ricardo, deu uma entrevista ao SÓ VISTO em que foi considerada a melhor entrevista de 2007 com votação do publico, foi a GRANDE ENTREVISTA com a Judite Sousa já fez uma peça de teatro no são Luís “Como fazer as coisas com as palavras”, participou no campeonato da língua portuguesa escrevendo um texto para ser ditado, segundo uma votação do CORREIO DA MANHÃ foi considerado o 8º homem mais sexy do país, o premio para personalidade do ano foi-lhe atribuído pelo expresso, entrou numa campanha de “jovens pelo sim” sobre o aborto.

 

É co-autor do livro “O Futebol é Isto Mesmo (ou então é outra coisa completamente diferente) ” e do disco “O disco do Benfiquista, naturalmente”.

 

Colunista da revista Visão, foi publicada uma compilação das suas melhores crónicas no livro “Boca do Inferno”. Publica a coluna semanal “A Chama Imensa” no jornal A Bola” e é um dos participantes no programa “Governo Sombra” , transmitido semanalmente na TSF.

 

 

 

o Ricardo apresentou um livro do Benfica para os mais pequeninos

 

FOI CONSIDERADO ESTE ANO O 4º HOMEM MAS SEXY DE PORTUGAL, NUMA VOTAÇÃO DO CORREIO DA MANHÃ

 

Em 2009 foi considerado o homem do ano e deu uma entrevista e foi capa da playboy em Dezembro de 2009

 

 

 Já foi para as bancas o novo livro de crónicas "novas crónicas de boca do inferno" lançado na fnac do Colombo, mais um êxito de livrarias

 

 

 

 

Fez juntamente com os gatos mais uma publicidade pra MEO mas desta vez o tema foi o Natal. 

 

 

 

 

 

PS: desculpem se houve alguns erros com a foto mas as vezes e complicado distinguir um de outro

1ª BIOGRAFIA MODIFICADA

06
Dez09

Nome: Tiago Manuel Teixeira Rocha Dores

Data de nascimento: nasceu a 1 de Maio de 1975 (touro, 34 anos)

Alcunha: Nandy (significado desconhecido)

Estado civil: comprometido, vive numa vivenda em Lisboa com a namorada Sofia Pinto

Clube de futebol: Benfica
Religião: Ateu

Politica: esquerda

 

 
 

É amigo de infância do Ricardo Araújo Pereira, os pais do Ricardo e do Tiago já se conheciam há muito tempo e desde que o Tiagonasceu que oRicardo e o Nandy se conhecem,muitas festas de aniversario e noites de natal passados juntos, que fortaleceu a amizade que ainda hoje se nota que é bastante forte.

 
 

Na escola Tiago conta "sempre me habituei na escola a não ter que estudar muito e a fazer as coisas com relativa facilidade e depois cheguei a faculdade e aquilo era bastante mais complicado e principalmente de inicio foi um choque muito grande porque era preciso aquela coisa de estudar e eu nao estava abituado a estudar muito" o Tiago chumbou a varias cadeiras mas nunca chumbou a mais que uma cadeira

 

"o meu avo era do Sporting e eu ia muitas vezes ao Sporting quando era jovem vacinou-me mesmo, e eu estava na duvida era muito jovem e ele disse "vai para o Benfica, o Benfica e que ganha campeonatos e um clube como deve ser"" conta Tiago

 

Licenciou-se pela Universidade Nova de Lisboa

 

Durante a faculdade ouve um projecto lunático do Ricardo e do Miguel ao qual o Tiago se juntou que foi uma empresa chamada "argumentos de peso" em que apenas um texto foi publicado

 

Tiago tirou um curso de economia, e pensou ir trabalhar para a banca!

 

Trabalhou dois anos em publicidade antes de se aventurar na escrita humorística.
 
Junta-se às Produções Fictícias em 2000, onde foi co-autor de, entre outros, textos para o “Programa da Maria” (SIC), “Hermandifusão Portuguesa” (RDP), “Herman SIC” (SIC) e “Três é uma multidão” (peça de teatro).

 

 

 

Conheceu o Zé Diogo num curso de escrita criativa, que Ricardo aconcelhou a fazer. Depois desse curso foram os dois trabalhar com o Ricardo e o Miguel

 

"Tiago Dores são os papéis de choninhas" conta Miguel Gois

 

 

 A sua bebida preferida é Caipirinha

 

 

Adora oculos de marca Prada e anda sempre com um bloco atrás

 

 

Tiago adora desporto principalmente ténis e futebol e surf "e sou lamentável"

 

É o mais organizado chega sempre a horas e dizem certos gatos

 

“o do corpo extremamente bonito” e é “o que toma conta”.

 

É o único membro dos gatos que se dedica exclusivamente aos GATOS fazendo os programas e a publicidade e não escreve para nenhum jornal.

 

Actualmente fez umas pequenas crónicas na gala de aniversário de Benfica com o Ricardo.

 

Depois das férias voltou ao trabalho com os restantes gatos para fazer "Gato Fedorento esmiúça os sufrágios"

 

 

Tiago participou num torneio de tennis nas ferias e ficou em 2º lugar levando o titulo de vice-campeão para casa, foi até ao Algarve mais o Miguel Góis para vencer 5 jogos.

 

Tiago e o resto dos Gatos fazem a nova publicidade do MEO de Natal